quarta-feira, 30 de julho de 2008

Selvagem Alado

hoje me bastava as asas aladas de um cavalo selvagem para me tirar da hora do dia
acalentar a exaustão viajar até o crespúsculo não findar
a me embriagar as nuvens
onde o fogo não arderá
e meus olhos terão toda a luz
que eu pudesse desposar.

uma imagem de jorge filipe pires

Sem comentários: