quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Do Nada


Ousadia interpretá-lo.
Um momento
um pequeno gesto
meio largado à vida
uma boca a sorrir
doces anos de segredos
doces e imaturos dias.
todo fardo parecia leve
toda cor era cor de terra
castanho de terra
onde se deixa a insuportável infância
e vive-se os sonhos que se quer.
_
_
uma obra de IAN MALEKI.

Sem comentários: