quarta-feira, 13 de agosto de 2008

In.coerência.s

Dos medos pelos quais já tremi.
Descreio
Foram como o negrume das noites
Sombras de mais nada.
Até aqui o período das
coisas sem a menor graça.

AGOSTO.





Se quebrasse as correntes de alguns
O temeria até no sobrevir
elos sem recorte
vida tola
dos de(u)screntes.
Passa
Passam.
_
_
o felino é de Meantux
_
as correntes de Haeretik

Sem comentários: