domingo, 10 de agosto de 2008

Verde Terra



A montanha que me envolveu
Um simples dia claro sem nuvens
Balançando nas lonas azuis
O verde cheiro da terra da montanha
Aqueceu meu frio
Minhas vestes já não me protegem mais
Estou nos braços
De uma montanha quente
Dócil
De verde cheiro.
_
_ não esperas muito de mim nessas coisas de poemas. não sou nada talentoso.

1 comentário:

Madalena disse...

Quem ama se espera é tonto ou desespera.