terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Estação Dark


Intranquilas as sombras na Estação.
É o ar da noite
Tudo se faz presente, Estação.
Passado puxado para trás.
Profundo é este lugar
Onde ficam pesadelos de quereres e pensares.
_
_
uma imagem de Francisco Mendes

3 comentários:

~pi disse...

estação de nada s

(( boa tarde,

para que precisa de comboios quem voa?

maré disse...

Estação triste
com o nome do amor ferido

quando se lê amor
ao entrar no comboio
e se vê um vulto a perder
de vista a ferir o perto!
___

Oliver Pickwick disse...

Fantástica fotografia. Seus versos captaram esta paisagem com incrível e sensível precisão.
Um beijo!